segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Ford Maverick

O Ford Maverick foi um carro lançado inicialmente nos Estados Unidos e que obteve muito sucesso, participando de filmes e sendo protagonista de competições automobilísticas.

O primeiro Maverick americano foi lançado no dia 13 de abril de 1969 com o objetivo de ser um carro de baixo custo, compacto e econômico (para os padrões americanos da época). O Maverick também deveria ser capaz de competir com modelos japoneses e europeus recentemente chegados ao país.

O Maverick custava US$ 1.995 no ano de seu lançamento e inicialmente foi disponibilizado em 15 cores diferentes, motores de 2,8 e 3,3 litros de 6 cilindros. Seu público alvo inicial era os jovens americanos, sendo recomendado também como o "segundo carro da casa".

Já no seu primeiro ano, o Ford Maverick mostrou a que veio, dando pistas que seria um carro de muito sucesso, foram vendidos aproximadamente 579 mil unidades, superando o lendário Mustang.


1969 - Folder de lançamento do Maverick nos Estados Unidos
1969 - Folder de lançamento do Maverick nos Estados Unidos

É importante lembrar que em 1971 um clone do Maverick foi lançado pela Mercury, marca que também pertencia a Ford. Esse carro foi chamado de Comet. O Comet era praticamente uma cópia do Maverick e as diferenças principais se encontravam no seu capô e na grade. Pegando carona no sucesso do Maverick, o Mercury Comet também obteve bastante sucesso nos Estados Unidos.


1971 - Folder de lançamento do Mercury Comet nos Estados Unidos
1971 - Folder de lançamento do Mercury Comet nos Estados Unidos

O Ford Maverick e o Comet foram fabricados nos Estados Unidos até o ano de 1977.

O Maverick foi lançado no Brasil em 1973 e foi fabricado até o ano de 1979. No Brasil, o sucesso obtido não foi o mesmo dos EUA, no entanto, foi suficiente para que este automóvel marcasse época e ficasse definitivamente no coração dos brasileiros. Até os dias atuais esse carro é lembrando e admirado por muitos, possuindo milhares de fãs pelo Brasil.

Vamos destacar as principais versões do Maverick Brasileiro

Durante o período de produção do Maverick no Brasil, não foram lançadas grandes modificações. A seguir iremos destacar as principais versões do Maverick Brasileiro.

1973 - Lançamento do Maverick nas versões Super (Standard), Super Luxo (SL) e GT

Em 1973 o primeiro Maverick saiu da linha de montagem e foi sorteado, fato que fez parte da campanha publicitária para divulgação do mais novo carro da Ford. O slogan que marcou essa campanha foi "A fórmula Ford contra a rotina".

Já no seu primeiro ano de vida a linha Maverick foi lançada em três versões - Super (Standard), SL (Super Luxo) e GT (Gran Turismo) - e possuía motores de seis cilindros em linha ou oito cilindros em V (V8). Essas versões possuíam câmbio manual de quatro marchas no assoalho ou de três marchas automático na direção.

Entre as três versões podemos destacar o Maverick GT. Um lindo carro esportivo com motor V8 de 195 cavalos a 4.950 cm3 de cilindrada e câmbio manual de 4 marchas.

Uma linda mulher e um Maverick GT 1973, combinação perfeita!Uma linda mulher e um Maverick GT 1973, combinação perfeita!

Entre as três versões podemos destacar o Maverick GT (Gran Turismo). Um lindo carro esportivo com motor V8 de 195 cavalos (135 cv Líquidos), 4.950 cm3 de cilindrada e câmbio manual de 4 marchas. Esse carro possuía ainda travas externas no capô, conta-giros, rodas de 14 x 6 polegadas com pneus Firestone Wide Oval, bancos individuais com assento mais baixoe painel central com relógio

As versões Super e Super Luxo do Maverick foram vendidas inicialmente com 4 portas (sedã) e duas portas (cupê) e motores de 6 cilindros alinhados ou 8 cilindros em V (V8), ambos com câmbio manual ou automático.

A versão com motor de 6 cilindros não fez muito sucesso no Brasil. Era dito como um carro que que possuía desempenho de 4 cilindros e consumia como um V8.

Folder do Ford Maverick Super 1973Folder do Ford Maverick Super 1973


Folder do Ford Maverick demonstrado os motores 6 Cilindros e V8, interior painel e porta-malas.Folder do Ford Maverick demonstrando os motores
6 Cilindros e V8, interior painel e porta-malas.


Cinco meses após o lançamento do Maverick no Brasil foi lançada a versão sedã com quatro portas. Essa versão era comercializada com os mesmos motores e a maior diferença era a distância de 2,79 metros entre os eixos contra os 2,61 dos Mavericks 'comuns'. Esse carro proporcionava um maior conforto para os passageiros que viajavam atrás com uma maior distância dos bancos para as pernas.


Maverick com quatro portas do ano de 1975
Maverick com quatro portas do ano de 1975

1975-1976 - Maverick OHC 4 Cilindros

Com a crise do petróleo, o aumento no preço da gasolina foi iminente. Esse fato prejudicou as vendas do Maverick no Brasil, pois, era um carro considerado bastante "bebedor".

Então, para salvar a imagem do Maverick, a Ford acabou lançando em 1975 o Ford Maverick equipado com um motor 4 Cilindros de 2.300 cm³ e potência de 99 cv. Esse carro atingia 100 km/h em 16 segundos e chegava a uma velocidade máxima de 155 km/h. Em relação ao consumo de combustível, esse carro percorria 8 km com um litro de gasolina.

Maverick 1975 4 cilindros, com capô de GT.

Maverick 1975 4 cilindros, com capô de GT.

Um dos Folders de comercialização do Maverick OHC de 4 cilindros

Um dos Folders de comercialização do Maverick OHC de 4 cilindros

A sigla OHC significava que o motor possuía comando de válvulas no cabeçote e fluxo cruzado de gases o que era uma grande novidade para a época, principalmente para a Ford.

1977 - A segunda fase do Maverick no Brasil

Folder do Maverick 1977: Para gostar dele, basta chegar perto.

Folder do Maverick 1977: Para gostar dele, basta chegar perto.

Esse foi o ano em que houve maiores mudanças na linha Maverick, foram realizadas mudanças na grade, freios, suspensão, lanternas traseiras e bancos. O carro também recebeu pneus radiais, ar condicionado e câmbio automático em todas as versões.

Maverick 1977 com 4 cilindros

Maverick 1977 com quatro cilindros

Nesse ano também foi lançada uma nova versão do Maverick, a LDO (Luxuosa Decoração Opcional) que tinha características semelhantes ao Maverick americano como um painel com textura de madeira e um revestimento de maior qualidade. Já a versão GT passou a contar com o capô do Maverick Grabber de 1971 (americano). Esse capô possuía duas entradas de ar falsas, sem as tradicionais travas externas. Esse carro também recebeu o motor de 4 cilindros, perdendo o seu maior atrativo que era a grande potência do motor V8, apesar do seu alto consumo de combustível.

Frente de um Maverick 1977 Super Luxo

Frente de um Maverick 1977 Super Luxo



raseira de um Maverick 1977 Super Luxo

Traseira de um Maverick 1977 Super Luxo

1978-1979 - Maverick Perua SW quatro portas

Nesse ano o único carro do tipo perua que a Ford comercializava era o Corcel Belina, mas esse carro era considerado uma perua de tamanho médio. Por não possuir nenhum carro que fosse capaz de competir contra peruas grandes destinadas ao público familiar, a concessionária Souza Ramos que representava a Ford, encomendou a sua empresa SR veículos (empresa que realizava transformações em caminhonetes F-100) que produzisse uma linha Maverick Perua com 4 portas baseada no Maverick Sedã de 4 portas. O carro poderia sair 0 km ou poderiam ser realizadas encomendas para modificações em Mavericks usados.

Perua Maverick com quatro portas, produzida entre 1978 e 1979

Perua Maverick com quatro portas, produzida entre 1978 e 1979

Devido aos custos de produção e falta de garantia de fábrica, a Perua Maverick SW não vingou no mercado. De acordo com algumas pesquisas foram produzidas entre 100 e 216 unidades entre os anos de 1978 e 1979.

1979 - O ano em que o Ford Maverick Saiu de Linha

Um dos fatos que levaram ao encerramento da produção do Maverick foi o lançamento do Corcel II (Saiba tudo sobre o Corcel, no Saiu de Linha) no ano de 1978, carro que foi rapidamente aceito no mercado brasileiro pois andava mais e consumia menos que os Mavericks da época.

Após 108.106 unidades vendidas a produção do Ford Maverick foi encerrada e este grande carro Saiu de Linha, deixando saudade e muitos fãs por todo o mundo.

Ford Maverick 1978Ford Maverick 1978

Ford Maverick 1979

Ford Maverick 1979

Ford Maverick 1979 Ford Maverick 1979

Curiosidades


O Maverick nas pistas

Os Ford Mavericks GT equipados com motor V8 foram protagonistas nas corridas em pistas brasileiras. O Maverick reinou nas pistas brasileiras entre os anos de 1973 e 1977 vencendo praticamente todas as provas disputadas nos campeonatos de Turismo, Endurance e a antiga divisão 3.

Maverick, sucesso nas pistas de competição

Maverick, sucesso nas pistas de competição

No Campeonato Brasileiro de Turismo o maior adversário do Maverick era o Chevrolet Opala, carro que era um pouco mais leve.

O Maverick chegou a ser pilotado por grandes pilotos como José Carlos Pace, Bob Sharp, Edgar Mello Filho e Paulo Gomes, tambo "Paulão".

O Maverick também foi utilizado em provas de arrancada, obtendo também um grande sucesso.

O Maverick nas telas

No cinema o Maverick também fez bastante sucesso. Um Maverick cupê da cor vermelha foi utilizado nas gravações do filme "The Boys Next Door" (Jovens Assassinos), um drama americano.

O Maverick foi visto também em outros filmes como "10", "The Gumball Rally" e no filme brasileiro "Dois Filhos de Francisco".

Ainda no Brasil, o Maverick apareceu na novela "Cidadão Brasileiro" da Rede Record. e foi destaque na novela "Duas Caras" da rede Globo, sendo o carro do personagem "Juvenal Antena" representado por Antonio Fagundes. Mais recentemente, o Maverick é visto na novela "Chamas da Vida" da Rede Record.

Participou também de algumas séries de TV como "Freaks and Geeks", "Fear and Loathing in Las Vegas" e "Chips" (Também exibida no Brasil).

Maverick na série de TV Chips

Maverick na série de TV Chips

Mais recentemente, o Maverick foi visto no filme "The Death and Life of Bobby Z" (A Morte e a Vida de Bobby Z" filme de ação americano lançado em 2007.


Veja a seguir alguns comerciais antigos do Ford Maverick:


Comercial do Ford Maverick e Mercury Comet


Comercial do Ford Maverick - Pergunte a quem tem!


Comercial do Maverick com o piloto José Carlos Pace



Comercial do Ford Maverick 1977



Comercial de Lançamento do Maverick 4 Cilindros



Comercial Maverick 77 série II - Confortável e Luxuoso



Mais um Comercial do Maverick

Preços

Fizemos uma pesquisa nos valores atuais de comercialização do Maverick e encontramos carros variando entre R$ 4.500,00 (sem motor e necessitando de muitos reparos) a R$ 100.000,00 (um Ford Maverick Cupe GT V8 ano 1974, original, com nota fiscal, manual, raridade, único dono).

Você que tem um Ford Maverick ou é um admirador deste carro, deixe seu comentário e fale sobre sua experiência com este lindo carro que saiu de linha, mas deixou saudades.

18 comentários:

Anônimo disse...

O q dizer!!!
Tenho um maverick a tres anos e apesar todo o trabalho que so quem tem um carro antigo compreende sabe q vale apena!!!
O site esta muito bom!!!

Equipe Saiu de Linha disse...

Parabéns por ter um carro antigo e cuidar bem dele. A equipe Saiu de Linha agradece pelo elogio, continuaremos fazendo o possível para trazer o melhor sobre os carros antigos que sairam de linha.

Se possível, envie as fotos do seu carro que
publicaremos no site.

Equipe Saiu de Linha

Anônimo disse...

Se Vcs TIverem OU conhcerem Alguem Que Queira vender UM maverick No valor médio De 5.000 até 8.000 ficaria muito agradecido.

Contato:

E-mail:bidugolf@hotmail.com

Obrigado

Equipe Saiu de Linha disse...

Olá,

Visite na nossa seção Serviços o link "Carros antigos a venda" nesse link você poderá pesquisar e encontrar alguns Mavericks. Nesse valor que você deseja, provavelmente só encontrá Mavericks necessitando de reparos.

Atenciosamente,

Equipe Saiu de Linha

Daniel disse...

nã existiu motor V6 para maverick.

Equipe Saiu de Linha disse...

Olá Daniel, tem razão, o Maverick de 6 cilindros não possuí cilindros alinhados em V.
A Informação foi corrigida.

A Equipe Saiu de Linha agradece.

Abraços.

Caio Vinícius disse...

Ainda não tive uma experiência com uma jóia dessas, mas pretendo em breve pelo menos dirigir um pouco, já que comprar está difícil...

paz disse...

a tanto tempo que eu conheço o carro ford maverik nunca tive uma informaçao tao valiosa pra mim do que nestes relatos sobre esse valioso carro que na sua epoca deu chou no ano de 2005 comprei um maverik ano 1976 4c 2portas e ate o presente momento tenho-o como uma reliquia do passado fico feliz por aprender a istoria de um carro que marcou epoca moro em Pinhal da Serra-RS

Anônimo disse...

parabens pela exelente materia do nosso amado maverick,eu gostaria de saber sobre a ultima unidade fabricada aqui no brasil,qual era seu modelo,motor,cor,data de fabricaçao e se esta em um museu igualmente ao ultimo opala fabricado, se souberem me ajude

Anônimo disse...

Marco do RJ tenho um maverick perua ano 76 4 cil precisa de restauração quero vende-lo por R$12000,00 meu tel é (21)8758-7716 Marco

Fael disse...

Carrão meu Vo Tinha um.. é meu sonho copra um pra mim eu naum descanço em paz se naum copra um maveco.. a Materia ficou show.
Obrigado pelas informaçoes..

Julio Cezar disse...

ola julio tive um maverick o melhor corro do mundo jamais esquecerei só quem ja teve para saber o que é carro me arependo do fumdo da minha alma por ter vendido ele meu maveco preto

Carlos Alberto disse...

Carlos-Em 1978 conheci o maverick, pois passava todos os dias em frente da casa onde este estava estacionado, era um 4cc branco, ano 1975sl, com 4 marchas em cima. Eu achava lindo o carro, com aqueles cromados. Tinha 15 anos na época, e certo dia falei pra um amigo que aquele carro um dia teria que ser meu. E Isso aconteceu em 2003.É quase todo original e guardo com muito carinho, pois, praticamente sou o 2° dono. Este veículo foi comprado em PoA 0 km. Possuo manual e os cartões de compras pago em 4 vzs. É um lindo carro.

silvaparts disse...

marco: MESMO SENDO CARROS ANTIGOS E MUITO RAROS, AINDA SE ENCONTRA NO MERCADO PROFISSIONAIS Q. ATENDEM A DIVERSAS DIFICULDADES, COMO RESTAURAÇÃO (FUNILARIA E PINTURA) C/ FEITURA DE PEÇAS ARTESANAL, MECÂNICA EM GERAL, P/ ISSO APRESENTO, SILVAPARTS, EMPRESA CONCEITUADA E EXPERIENTE NO RAMO DE ANTIGOS V8, MAVERICK, DODGE, CAMARO, MUSTANG, MALIBU!!! CONSULTE-OS

Delvan disse...

Boa noite. Em primeiro lugar gostaria de parabenizar a equipe do Saiu de Linha pelas reportagens que são de ótima qualidade. Adquiri meu Maverick há 4 meses e ainda estou em processo de recuperação do mesmo, apesar de ele estar em condições muito boas de conservação. É o modelo Luxo, cupê, 4 cilindros, ano 1978, cor prata. Já fiz toda a revisão mecânica dele e falta apenas substituir o hidrovácuo, devido à dificuldade de conseguir um cilindro mestre novo. após isto ficará faltando apenas alguns itens de acabamento e posterior decapagem e pintura. Já me sinto extremamente feliz de ter realizado o sonho de ter adquirido o meu Maverick e recomendo a todos os amantes e simpatizantes que não desistam de seu sonho, corram atrás porque vale a pena todo e qualquer trabalho para ter uma jóia destas. O prazer de dirigir um clássico nacional desta categoria é indescritível tamanha a adrenalina que nos consome ao girar a chave e ouvir todo o ronco deste carro. Um Ford abraço a todos.

Cleber Saraiva disse...

OLÁ, TENHO UM MAVERICK ANO 1978, DOURADO A 27 ANOS, O MOTOR 4 CC, AROS MAGNESIO 6 E 8 POLEGADAS, PNEUS RADIAL GODYAR, GOSTO TANTO DESSE CARRO QUE ATÉ HOJE NÃO VENDI, MOTOR TODO NOVO, CARBURADOR ORIGINAL ZERO, RADIADOR METAL NOVO, SUSPENÇÃO TRASEIRA FIZ QUE TRABALHA NORMAL SE COLOCAR PESO CALÇA EM CIMA DE OUTRAS (REFORÇO)ENGATE, BANCOS RECLINAVEIS, PAINEL INTACTO DE FABRICA, TANQUE COMBUSTIVEL DE FIBRA (ETERNO), TENHO GUARDADO PARA ELE: DOIS PARALAMAS D,E, DOIS PARACHOQUEA D,T, UMA PORTA, UM CAPO, ETC, ABRAÇO A TODOS QUE CURTE MAVERICK, O MEU É MUITO ECONOMICO, PRECISA DE ALGUNS DETALHES CHAPA E PINTAR, ESTOU PENSANDO EM ADQUIRIR UMA CAMINHONETE F-4000, TALVEZ EU VENDA. 10/04/2013. 03:00 (53)81328997

Marcos Szuecs disse...

Tive um Maverick LDO, luxo 1979 4 cilindros e nunca tive um problema de motor, nada ótimo carro, e isso foi em 1980 a 1984, época em que o Maverick era considerado um carrão. Tenho boas lembranças desse carro.

daniel eneas disse...

Tenho um Maverick que foi fabricado no último mês de sua existência em abril de 1979

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Leia mais