domingo, 21 de setembro de 2008

Volkswagen Fusca

O Fusca é aquele tipo de carro que podemos dizer que fez história e mais que isso, criou laços com seus proprietários, é difícil encontrar alguém que nunca teve um Fusca, que nunca pilotou um Fusca ou que nunca tenha pelo menos andado em um. Se você não se encaixou em nenhuma das alternativas anteriores, com certeza vai se encaixar na próxima: Não ter pelo menos visto um Fusca é algo totalmente impossível.

Vamos começar falando um pouco sobre sua origem e sobretudo do período anterior a sua produção no Brasil:

O Fusca (nome conhecido no Brasil) foi criado para a Alemanha mas acabou conquistando inúmeros países. A idéia de seu projeto visava a produção de um carro de baixo custo e essa era a linha em que diversos projetos atuavam naquela época, já que a Alemanha vinha de um cenário onde tinha perdido a primeira guerra mundial e que um carro de baixo custo era a única forma de provocar vendas de automóveis (devido ao cenário pós guerra).

Ninguém menos que Ferdinand Porsche foi um dos responsáveis pela criação deste automóvel, visto que ele já estava trabalhando em projetos com idéias semelhantes. Agora a parte mais curiosa: O que Adolf Hitler tem haver com o Fusca e com Ferdinand?

Era Hitler que queria criar um carro para a população alemã, cuja uma de suas principais características fosse o baixo preço, ou seja, tudo se encaixava com os projetos de Ferdinand Porsche. Mais que isso, Hitler queria um carro que custasse menos de 1000 marcos imperiais, deveria ter espaço para quatro pessoas (a idéia da típica família alemã), ter um baixo consumo de combustível, ser refrigerado a ar e andar numa velocidade de aproximadamente 100 km/h: seria então o volksvagen.

O projeto foi levado adiante e logo divulgado por Hitler, que incentivou a produção de um carro que poderia ser comprado por muitos. Logo, era dado início a uma fábrica mas ao mesmo tempo foi iniciada a segunda guerra mundial, fato que atrapalhou o andamento da fábrica. Neste momento o foco de um veículo de baixo custo e familiar passou para a produção de veículos militares.

Após a segunda guerra mundial, a produção de automovéis foi retomada, voltados agora para prestação de serviços básicos e emergenciais (visto o novo cenário pós guerra). Com a nova administração da fábrica, o modelo passou por modificações e começou a ser realmente exportado e assim atingiu diversos países, inclusive em 1949 já atingia mercados como o dos EUA.

A produção no Brasil começou em 1959 e foi até 1986, sendo retomada posteriormente pelo pedido do então presidente Itamar Franco, sendo produzido novamente de 1993 até 1996.

Um fato que temos que considerar é que esse automóvel realmente foi um sucesso em nosso país e apesar de ser considerado por muitos como sendo desconfortável, com design ultrapassado, entre outros aspectos, ele se adaptou ao nosso cenário, onde existia (e ainda hoje existe em algumas localidades) a presença de ruas sem calçamento e principalmente devido a um fator: baixo custo de manutenção, afinal é um carro que ainda hoje se encontram peças com facilidade e em quase toda oficina é possível realizar a manutenção em um Fusca.
A seguir iremos tratar de suas principais reestilizações:

Principais reestilizações:

1936 - V1

Primeiro fusca 1936 V1
Nesta época era denominado V1

Em 1936, o primeiro protótipo do Fusca, denominado V1.

1937 -V30


Fusca V30Fusca V30

V30 em 1937

Em 1937, o V30 não possuía pára-choques ou vidros traseiros.

1938 - Split Window

Fusca Split Window FrenteFusca Split Window traseira
Utilização da janela dividida ou modelo Split Window


Em 1938, o novo modelo passava a ter pára-choques, estribos e janelas bipartidas ou mais conhecidas como Split Window. Nesse mesmo ano foi lançada uma versão com teto solar de tecido:

Fusca Cabriolet

1953 - Janela Oval

Fusca Janela Oval

Vidro traseiro passa a ser oval


Em 1953 a janela dividida (split window) foi substituída por um vidro traseiro oval. As portas passavam a ter os famosos quebra-ventos. Em 1955 era utilizado o escapamento com duas saídas.

1959 - Produção no Brasil


Fusca no Brasil
Início da produção no Brasil

Início da produção do Fusca no Brasil. A motorização utilizada era de 1200 cc ou 36 cv. Em 1967 o motor passa para 1300 cc ou 46 cv.

1970 - Fuscão


Fuscão
Fuscão

O motor passa para 1500 cc ou 52 cv e esse modelo é chamado de fuscão, novas lanternas. Em 1974, o motor passa para 1600 cc ou 65 cv.

1979 - Fusca Fafá de Belém

Fusca Fafá
Fusca Fafá

Em 1979, o Fusca passa a ter lanternas maiores e logo é denominado "Fusca Fafá", referencia a cantora Fafá de Belém. Em 1982 é dado destaque a mudanças no paínel.

1993 - Fusca Itamar


Fusca Itamar
Fusca Itamar

Retomada da produção pelo presidente Itamar Franco. A retomada da produção iniciada em 1993 foi até 1996. O Fusca passa a ter pára-choques da cor do carro, estofamento e volante novos. Foram produzidas mais de 40 mil unidades.

New Beetle

New Beetle

New Beetle

Nova versão para o Fusca, mais moderna e bem mais luxuosa, que é montada em cima do chassi do Golf.

Vejam o comercial que mostra a evolução do Fusca o lançamento do New Beetle:

Evolução do Fusca

Curiosidades



Personalize e Monte o seu Fusca:










Assista comerciais antigos sobre o Fusca:

O fusca e sua simplicidade


O fusca sendo utilizado na polícia de São Paulo


Regina Duarte aprendendo a dirigir em um fusca

Fusca na transamazônica

Fusca e sua facilidade de revenda

Quem não lembra do filme Se meu Fusca falasse? Herbie (nome do Fusca do filme) fez um imenso sucesso nas telas do cinema. Isso é mais uma prova do imenso sucesso do Fusca que até "ator" de filme virou.

Se meu fusca falasseSe meu Fusca falasse - Herbie

Preços

Fizemos uma pesquisa nos valores atuais de comercialização do Fusca e encontramos carros variando entre R$ 1.500,00 (necessitando de reparos) a R$ 40.000,00 em um ótimo estado de conservação. Não consideramos os preços do New Beetle.

Você que tem uma Fusca ou é um admirador deste carro, deixe seu comentário e fale sobre sua experiência com este incrível carro que saiu de linha, mas deixou saudades.

4 comentários:

Anônimo disse...

Eu já tive um fusa 71. e tive que vender. me arrependo até hoje!!!!

cgladiador disse...

tenho um 79 e estou vendendo otimo estado de conservação.
alguem c itereça

Antigos Brasileiros disse...

Gosto muito desse carro desde que nasci. Mas a paixão aumentou ainda mais quando meu pai me deu de presente um livro do Fusca: "Almanaque do Fusca". não me esqueço daquele dia. fiquei adimirando o livro o tempo todo, e a partir dali jurei que quando crescesse teria um Fusca.

Campos disse...

Tive um Fusca Fafa 1980 1600 carrinho bom e de um desempenho excelente!!!!

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Leia mais